Verdade e Luz - 19/08/05

Imprimir

A máxima de Jesus _ fazei ao próximo o que dele desejais receber _ está insculpida em cada consciência, e preciso é faze-la cumprir-se em todas as situações em que viverdes.

Se Jesus nos solicitou que vivêssemos em amor, como nos afastarmos dessa conduta de amor tão grandiosa, que eleva o outro à condição de nós mesmos, sem nenhum preconceito e nenhuma diferença?

Examinai, então, a vossa consciência:

- Como tendes agido para com as crianças?

Tendes escondido delas a vossa compreensão, a vossa paciência e o vosso amor?

Como quereis que elas se transformem em seres do bem, se lhes negais o vosso apoio e a vossa estima, o vosso entendimento do que elas representam e a vossa misericórdia?

- Como tendes agido para com os jovens?

Tendes crucificado a juventude, taxando-a de irresponsável ou dedicai-vos à sua educação, com bases no respeito ao próximo e no amor fraterno?

- E como lidais com os pobres, aqueles que não têm o suficiente para uma vida de dignidade?

Considerai-os simples vagabundos, negando-lhes uma mínima parcela do que vos sobra, mas que seria indispensável para as suas vidas?

- E como lidais com os velhos? Como se fossem seres abjetos, que não vos merecem respeito e gratidão, esquecidos do que vos doaram quando fostes crianças e deles dependestes para a vossa formação?

- E para com aqueles que são vossos empregados?

Agis contundentemente, com despotismo, desejando a todo instante cortar deles os benefícios estendidos e até o próprio direito de trabalho, por qualquer situação menor?

- E como lidais com os que são autoridades nesta vida? Desrespeitando normas e regras, infringindo leis e fazendo criticas contumazes, jamais achando que os que vos são superiores vos merecem apoio e valor?

Jesus ensinou _­”fazei ao próximo o que dele desejais receber”.

Colocai-vos, sempre, no lugar do vosso próximo e agi para com ele, com o mesmo amor e a mesma misericórdia que desejaríeis tivessem para convosco.

Batuíra
Mensagem psicografada, recebida em 19/08/05,
na Fraternidade Espírita Cristã Batuíra

Newsletter







Destaques Batuíra