Amor e Felicidade - 09/05/08

Imprimir

Disse Jesus: “Amai-vos uns aos outros e sereis reconhecidos como meus discípulos”.

Os tempos são chegados e este é o tempo da vivência do amor fraterno, expandido e multiplicado, infinitamente, entre todos os corações.
Tão fácil ser feliz e viver em paz!
Basta que façais aos outros o que desejaríeis que vos fizessem. Viver com esta prática é o mesmo que viver em amor.
E a grande verdade é que só evoluiremos através de uma vivência plena de amor.
Não vos falo, apenas, do amor que une os enamorados. Falo-vos do amor que os pais sentem pelos filhos e os filhos pelos pais.
Falo-vos do amor entre irmãos e entre amigos.
Falo-vos do amor pelos miseráveis, que de tudo necessitam.
Mas, especialmente, falo-vos do amor que releva, que perdoa, que espera sem reclamações e que se resigna diante do grande sacrifício em benefício dos que estão convivendo convosco.
Falo-vos do amor que torna irmãos todos os homens e que faz vigorar neste mundo o ensinamento de Jesus “Amai-vos uns aos outros”.
Se o homem desenvolver e cultivar o amor, se transformá-lo em hábito, terá olhos de ver e ouvidos de ouvir e socorrerá e abençoará auxiliando, distribuindo harmonia e paz para os que convivem com ele.
Terá encontrado a rota verdadeira que conduz todos os homens para Deus.
E, então, o homem será feliz.

Batuíra
Mensagem psicografada, recebida em 09/05/08,
na Fraternidade Espírita Cristã Batuíra

Newsletter







Destaques Batuíra