Onde encontrar Jesus?

Imprimir

A história do mundo está eivada de textos sobre reis, soberanos, imperadores, políticos, sábios e filósofos, conquistadores ferozes que, por algum tempo, ocuparam o seu lugar no panorama da vida no mundo terreno.
Mas os seus nomes se perdem na poeira dos tempos e as suas figuras jazem esmaecidas na lembrança dos homens.
Apenas passaram pela vida, deixando ligeira marca na história do mundo.

Mas, um dia, Ele chegou. Não trazia cetro nem manto nem coroa, não possuía um trono nem riquezas nem um reino.
Apareceu em humildade manjedoura, assinalada pela intensa luz da sua própria magnitude e mudou a face da humanidade.
Andando pelas areias às margens do mar da Galiléia conquistou homens rudes, que o acompanharam. Fez deles seus discípulos e mais tarde tornaram-se, eles, seus apóstolos.
Curou cegos, leprosos, paralíticos, obsidiados. Tocou as almas dos simples e dos mais pequenos e deu-lhes novo alento à vida.
A sua trajetória pelos campos floridos da sua Galiléia, pelas terras áridas da Judéia, às margens do rio Jordão, atravessando o lago de Genesaré, tão amado, o levaram enfim a Jerusalém. E ali, aclamado com palmas e flores, cânticos e abraços, caminhou, dias depois, ao Gólgota, para o martírio na cruz.
Sua lembrança gravou-se, indelevelmente, no coração dos homens simples, dos humildes, dos mais pequeninos, a quem o orgulho não impediu de lhes ouvirem as santas lições.
Essas lições correram pela rota dos tempos e, hoje ainda, chegam até nós, conclamando-nos à vivência do amor, ao perdão incondicional, à transformação para melhor, ensinando que, aos outros, devemos fazer o que desejamos que nos façam.
E é tempo do seu Natal.
Onde encontrar Jesus na caminhada da vida?
Quem sabe, se dirigirmos o nosso olhar e a nossa compaixão a todos aqueles que sofrem, dos pequenos aos mais velhinhos, O encontraremos, olhos lúcidos e serenos a nos dizer – estou aqui!
Quem sabe O encontraremos nos atos de compreensão para com aquele que nos ofende, o que trái os nossos sentimentos, o que diz ser nosso amigo, mas que não nos é fiel?
Quem sabe O encontraremos nos exercícios de paciência que tens para com as crianças e para com os mais velhinhos, para com quem quer que seja, que esteja no mesmo caminho a nos pedir atenção.
Busquemos Jesus nos quadros que a Natureza pinta, nos céus vestidos de azul e de dourado, no verde das matas, no furor dos oceanos, na brisa leve que passa, em nosso irmão que sofre e que precisa da nossa ajuda ou ainda naquele que anda perdido nas trevas da corrupção.
É Natal!
Forremos de amor o nosso coração, transformando-o na velha manjedoura e, quem sabe, pelos nossos atos de bondade o Senhor venha pousar aqui.

Batuíra
Mensagem psicografada, na Fraternidade Espírita Cristã Batuíra

Newsletter







Destaques Batuíra