Palavras Estranhas - 26/08/2011

Imprimir

Parecem estranhas as palavras de Jesus, quando lhe perguntou um jovem se poderia segui-Lo mas, perguntando-lhe se poderia, primeiro, enterrar seu pai, e o Mestre lhe respondeu:

-“Deixa que os mortos enterrem seus mortos”, como se não aceitasse que, aquele jovem, cumprisse seu dever de afeto filial.

No entanto, bem conhecendo as lições de Jesus, percebemos que Ele, apenas, queria dizer:

- Importante é que sigas os meus ensinamentos e que pregues o que aprendestes, com vivência de muito amor.

As lições de Jesus precisam ser vividas por cada um de nós!

Ele nos falou do Reino dos Céus, mas nós vivemos com a mente voltada para os interesses materiais, esquecendo-nos que a verdadeira vida é a do Espírito.

Tratamos de amealhar os bens que o Mundo nos oferece, mas os tesouros, de que necessitamos, são aqueles que levamos conosco no coração: o amor, a bondade, a simplicidade, a mansidão e a doçura, a humildade, a misericórdia e o perdão, a pureza de sentimentos e o desejo firme de ser melhores a cada dia, praticando a caridade no pensar, no falar e no agir, vivendo de acordo com a justiça.

É  isso que Jesus nos pede.

Sigamos os Seus Ensinamentos, vivendo-os em cada momento das nossas vidas.

Vivamos, sim, a vida material, como o mundo nos pede, trabalhando, participando, gerindo riquezas, aprendendo, moralizando-nos, sem nos esquecermos que o mais importante são as aquisições do espírito que é eterno e que aqui está em processo de evolução.

Sigamos a Jesus com coragem e com total confiança.

Cumpramos os nossos deveres no mundo, mas que o nosso coração esteja sempre ligado aos tesouros do Céu.

Batuíra

Mensagem psicografada, recebida em 26/08/11, na Fraternidade Espírita Cristã Batuíra.

(Evangelho Segundo o Espiritismo  Cap. XXIII – item 8)

Newsletter







Destaques Batuíra