Tormentos Voluntários - 27/08/2011

Imprimir

Meus filhos, já parastes para analisar quantos são os tormentos que provocais em vossas vidas?

Examinando a vossa conduta, observai o quanto sois críticos da conduta alheia, indispondo-vos com filhos, amigos, esposo, esposa, pais, companheiros de trabalho.

Tendes olhado tudo na vida, apenas, pelo vosso prisma e sempre tentais impor o vosso ponto de vista e a vossa vontade, que pensais ser soberana e certa, àqueles com quem conviveis e sobre quem tendes alguma ascendência.

Falta-vos, por vezes, o respeito para com subalternos, para com os companheiros de jornada a quem menosprezais.

O vosso orgulho vos impede de enxergar os erros e os defeitos que carregais e não permitis palavra alguma de orientação, que calculais serem de censura.

Mas, constantemente vos encontrais a censurar procedimentos alheios e a levantar hipóteses tenebrosas sobre as atitudes dos outros.

E que dizer da inveja dos que possuem o que não possuis e dos ciúmes que sentis do sucesso alheio?

Percebeis o quanto falais de vós mesmos, enaltecendo os vossos atos e os vossos feitos?

Todas essas circunstâncias, aliadas à pouca misericórdia para com o próximo, afastam de vós as criaturas que poderiam ser vossos verdadeiros irmãos.

Criais abismos entre vós e os outros, por vezes intransponíveis, nesta vida.

O que precisa acontecer convosco, para que acordeis do sonho de glórias e vitórias, de sucessos e de boa fortuna em que viveis, para enxergar que sois iguais a todas as outras criaturas? Nem melhores nem piores.

Fostes todos criados pelo mesmo Pai Bondoso na simplicidade e na ignorância, para um dia, jornada completa, vos encontrardes entre puros e os bons.

Para isso é mister o vosso esforço e a vossa perseverança em melhorar as atitudes, começando a policiar os vossos pensamentos e passando por um crivo amoroso as vossas palavras, para que não firam a ninguém.

Se melhor observardes os ensinamentos de Jesus e se as vossas preces pedindo ajuda não partirem apenas dos lábios, mas do coração, encontrareis guarida e proteção nas bênçãos do Divino Amigo e apressareis a vossa trajetória da Senda do Infinito Bem.

Batuíra

Mensagem psicografada e recebida, na Fraternidade Espírita Cristã Batuíra.

Newsletter







Destaques Batuíra