Em busca do Reino de Deus - 08/10/11

Imprimir

Meu amigo,

Pensa comigo! Hoje estás tristonho, porque te sentes enfraquecido e algo impotente, para realizar o que julgas serem as tuas tarefas.

No entanto, repara na tua vida. Não tem ela sido um canteiro de obras, onde plantaste a boa semente?

Do que então te queixas?

Sim, pediste saúde a Deus. Mas encontras na enfermidade que carregas, o momento da reflexão sobre os abusos cometidos em tua vida.

E quando falo de abusos, não são apenas os de excesso de comida, bebida, trabalho e do pouco tempo para dormir e descansar, porque desejas sempre mais posses, mais dinheiro e mais poder.

Mas falo também, das muitas irritações, do muito rancor, das muitas críticas, dos maus julgamentos, o que acaba te trazendo uma certa solidão, porque muitos são os que de ti se afastam, entristecidos com a tua maneira de agir.

Pediste dinheiro, mas Deus te deu poucas posses, para que aprendas a viver com pouco, mas também para que lutes para melhorar a tua posição financeira e ainda, para que percebas que ter dinheiro, por si só, não te leva à felicidade maior.

Que mais pediste? Juventude e beleza? Mas Deus te fez viver e chegar à velhice, perdendo a beleza da juventude, para que entendas a posição dos mais velhos, valorizando-lhes a riqueza de experiências e, ainda, que te apiedes da sua condição de necessidades de afeto, de presença e de cuidados.

Vês? A Sabedoria de Deus faz-te receber, exatamente, o que necessitas para que aprendas as lições da vida e cresças com elas, em espírito, em busca do Reino do Céu.

Meimei

Newsletter







Destaques Batuíra