Curas - 22/10/2011

Imprimir

 

Publicado em 22/10/11

“Os sãos não precisam de médicos”, disse Jesus.

Por isso, Ele ia levar as suas Boas Novas aos enfermos, aos que sofriam, aos mais humildes e pequeninos.

Por isso, curava aqueles que desejavam, humildemente, a cura.

Por isso, perdoava os considerados pecadores, que estavam sendo ameaçados com a perda da própria vida, mas que humildes, desejavam, ardentemente, a Sua ajuda.

Por isso, ressuscitou Lázaro e a filha da viúva de Naim, chamando-os de volta à vida, porque os que Lhe pediram ajuda tinham fé e os “considerados mortos” tinham merecimentos.

Por isso, convocou os mais simples pescadores, para que fossem os seus discípulos.

Por isso, andou pelas rudes estradas da Galiléia, da Samaria e da Judéia, conclamando os sofredores, os pobres e os deserdados, que tinham pureza e simplicidade de coração, para segui-Lo.

Por isso, por conhecer as almas em profundidade, hospedou-se na casa de Zaqueu, o publicano. E curou Maria Madalena de obsessões profundas, trazendo-a de volta à vida plena, pelo equilíbrio e pelo amor.

Nós somos enfermos do corpo e da alma e se desejamos que Jesus nos cure, precisamos querer,de fato, que sejam debelados os nossos males.

Precisamos ter fé, mas sobretudo necessitamos ter pureza de coração e simplicidade de alma, para que o Senhor esteja conosco, trazendo-nos o remédio que cura todas as dores do corpo e da alma.

Não poderemos apenas ter a aparência de pureza de espírito, para merecermos o amor que cura e a bondade de Jesus que se materializa em saúde para todos nós.

 

Newsletter







Destaques Batuíra