Fé 20/04/2011

Imprimir

Meus filhos, é a fé uma força poderosa que possuís no vosso imo e que se souberdes bem utilizá-la, sereis capazes de realizar grandes obras no mundo material, pois que ela confere uma força inquebrantável e um entusiasmo tal, capazes de levar-nos a grandes edificações.

Mas, se a vossa fé em vós mesmos for aliada à fé na Presença de Deus, na Sua Bondade, na Sua Justiça e na Sua Misericórdia, então sereis capazes de produzir o que outrora nomeavam milagres e que nada mais são do que obras da fé.

Na verdade, com Deus tudo poderemos realizar, mas sem as Suas bênçãos, até poderemos colher alguns sucessos, mas, certamente, advirão desilusões e fracassos.

O homem não pode se esquecer, que sem a Vontade de Nosso Pai, nenhuma folha cai de uma árvore, mas que ele precisa fazer a sua parte no esforço do plantio, para que um dia possa se fazer a colheita.

E não vos falo de coisas materiais, apenas, mas das conquistas do espírito, tendo em vista a sua evolução.

O homem precisa aprender a amar a sua vida, os seus semelhantes, a terra em que vive, o lar que constrói, a família que forma, o trabalho que o sustém. E não pode se  esquecer que Deus o abençoa, sempre, que ele se volta de coração aberto, pedindo o Seu Divino Amparo.

Sua plantação floresce. No lar, encontra harmonias. Cresce na profissão. O afeto multiplicado consegue amigos. Toda obra de benemerência encontra crescimento. O homem adquire calma e paciência nas dificuldades, esperanças nas enfermidades e sente, em todos os momentos, a presença de Deus.

É a fé que leva as criaturas a adquirir a força do amor e a alegria da esperança, porque sabe que quando houver o seu esforço, com as bênçãos de Deus, todas as suas aspirações poderão ser concretizadas.

O homem poderá sentir-se, com a ajuda do Bom Deus, infinitamente em paz.

Newsletter







Destaques Batuíra