Amai os Vossos Inimigos 20/03/2010

Imprimir

O amor nos aproxima de Deus e o ódio nos afasta D’Ele.

Ó, meus filhos, quando aprendereis a amar intensamente aqueles que estão convosco no mesmo cenário, nestes palcos da vida material?

Se bem examinardes a vossa consciência, o vossos interior, percebereis que é o orgulho, que é o egoísmo, que vos levam a sentir-vos ofendidos e magoados, tendo endurecidos os corações, o que não vos permite compreender as atitudes alheias.

Agis sem tolerância e sem paciência, tendo comportamentos de hostilidade que geram rancores e ódios, que podem prolongar-se por uma vida inteira e até mesmo ultrapassarem algumas encarnações futuras.

Vós, que já possuis tanto conhecimento dos ensinamentos de Jesus e que bebeis nas lições que o espiritismo vos apresenta, precisais começar a compreender a posição de cada criatura, o porquê de certos procedimentos e a aceitar como os outros são, sem vos julgardes superiores a eles, para não vos sentirdes ofendidos e nem magoados em certas situações.

A vida material é apenas um breve instante e se vivemos encarnados, hoje, convivendo com pessoas que são tão diferentes de nós, é porque precisamos aceitá-las, desejando-lhes todo o bem e ajudando-as quando precisarem de nós.

“Amai os vossos inimigos”, ensinou Jesus. “Orai pelos que vos perseguem e caluniam, pois se o fizerdes apenas aos que vos amam, que merecimento é que tereis?”

E não vos esqueçais que Deus, Nosso Pai, ampara, igualmente, os bons e os maus e provê a vida de todas as criaturas.

Portanto, se a Justiça do Pai é plena de amor, vós também precisais agir com mais amor, para que possais refletir a Bondade Suprema do Criador e a Misericórdia, lição sublime que Jesus nos deixou.

Newsletter







Destaques Batuíra