O Bem que se Faz 14/08/2014

Imprimir

Mensagem Psicografada - Batuíra

 

Abençoados aqueles que se dispõem a dar dos seus recursos, matando a fome e livrando do frio os que se encontram na condição de miséria e provação.

Mas abençoados os que doam de si mesmos e socorrem e acalentam, também, os necessitados de alma, que buscam ajuda em vossos corações.

Saber Ouvir!

Escuta com paciência, sem críticas, sem julgamentos a dor que o companheiro confia aos seus ouvidos.

É preciso ouvir sentindo com o coração, para aliviar a dor dos outros.

Saber Calar!

Deixa que falem os outros, extravazando mágoas, listando reclamações, fazendo mil pedidos e exigências ou proferindo palavras de admoestação.

O vosso silêncio bondoso, junto às vossas vibrações de compreensão, ajudarão a acalmar a alma que se encontra vitimizada, mesmo que não o seja na realidade.

Saber estender as mãos!

Acolhe quem chega em frangalhos ocasionados por perdas físicas ou morais e cura as dores, as chagas do corpo ou da alma com o carinho das vossas mãos generosas:

Oferecer o pão, o prato de sopa quente, o copo de leite, o agasalho, a vestimenta, o remédio e a presença abrindo as portas do coração, compreendendo os amigos, os familiares, os necessitados, sempre acrescentando o vosso afeto, porque na verdade, ele também cura a dor e ameniza o sofrimento dom próximo.

Sem vos dardes ao trabalho de estender amor aos vossos semelhantes, nunca sereis completamente felizes ao fazerdes o bem.

O Bem se faz, quando doais por inteiro, também, dos vossos dons, das vossas habilidades, da vossa inteligência, da vossa criatividade a todos os que andam convosco, percorrendo o Caminho para Deus.

Newsletter







Destaques Batuíra